Acusado de emitir notas fiscais frias para a aquisição de materiais de saúde e apropriação indébita previdenciária, Edinaldo da Farmácia, prefeito de Canindé de São Francisco, sofreu impeachment.

A decisão foi aprovada de forma unânime ( 10 votos a favor e nenhum contra), em sessão extraordinária realizada nesta segunda-feira, 23 de setembro, na Câmara Municipal.

Com o entendimento, o prefeito deve se afastar imediatamente do cargo e assim,  caberá ao vereador Weldo Mariano, presidente da Casa Legislativa, assumir a função.

Vale destacar, que conforme entendimento eleitoral, um novo pleito municipal deve ser convocado em até 90 dias.

Por Daniel Villas-Bôas, da Redação Xodó News