PORQUE SANTO ANTÔNIO LEVA O TÍTULO DE ”CASAMENTEIRO”?

Existem diversos santos e as pessoas costumam se apegar a eles em busca de algo. Cada um possui a sua “especialidade“, digamos assim. O Santo Expedito, por exemplo, é o Santo das causas justas e urgentes. Muitos o conhecem como o santo das causas perdidas ou impossíveis. O famoso São Pedro, protetor de diversas pessoas, é o conhecido Santo da Chuva. No catolicismo, é ele o responsável por realizar tal fenômeno. Um dos mais conhecidos e buscados, visto que se casar é o sonho de quase todo mundo, é Santo Antônio, o casamenteiro. Ele tem o seu dia especial que é celebrado em 13 de junho. Os católicos costumam comemorar essa data anualmente.

Ele é representado por um homem segurando Jesus, o salvador da humanidade, segundo as crenças. Sua popularidade cresceu e hoje ele é um dos mais importantes para a religião católica. A sua data de comemoração é a mesma em que ocorreu o seu falecimento. Diversos devotos de Santo Antônio fazem simpatias e deixam sua imagem “de castigo” a fim de conseguir atenção da figura milagrosa. Ele é creditado pelo auxílio na hora de encontrar a alma gêmea. No entanto, muitos não sabem o motivo dessa fama. Mostramos para você, caro leitor, aqui na Fatos Desconhecidos.

Por que existe a fama de casamenteiro de Santo Antônio?

Apesar de não constar em seus sermões nada específico sobre casamentos, ele ficou conhecido como quem ajuda mulheres a encontrarem um marido. Isso porque ajudava as moças humildes na hora de conseguir um parceiro e um enxoval para o casório. Segundo as lendas, certa vez, em Nápoles, havia uma moça cuja família não podia pagar o noivo para se casar. Em desespero, ela pediu com muita fé a ajuda para a imagem do santo.

De forma milagrosa, ele lhe entregou um bilhete e disse para procurar determinado comerciante. O bilhete dizia para ele dar à moça moedas de prata equivalentes ao peso do papel. O homem não se importou, achando que aquele era um bilhete insignificante. No entanto, para seu espanto, foram necessários 400 escudos de prata para que a balança atingisse o equilíbrio. Naquele momento, o comerciante se lembrou que havia prometido 400 escudos de prata ao Santo, mas nunca havia cumprido a promessa. Então, Santo Antônio fez sua cobrança daquela forma. Sendo assim, a jovem moça conseguiu se casar segundo os costumes da época. A partir daí, ele ganhou a fama de “Santo Casamenteiro”.

Outra história com o Santo

Um outro conto diz que uma moça muito bonita havia perdido as esperanças de arranjar um marido. Sendo assim, se apegou à imagem dele. Dizem que a mulher colocou uma pequena ilustração de Santo Antônio em um oratório. Todos os dias, ela colhia flores e oferecia a ele, sempre pedindo que lhe trouxesse um marido. Passaram-se semanas, meses e até anos, e o noivo não apareceu.

Tomada pelo desgosto e pela ingratidão, ela jogou a imagem pela janela. No exato momento, passava um jovem cavalheiro que foi atingido pelo objeto arremessado. Ele apanhou a imagem e foi entregar à jovem, que se apaixonou rapidamente e atribuiu isso à fé por Santo Antônio. A partir daí, as moças solteiras começaram a fazer orações pedindo a ajuda do santo e cultuando sua imagem. Uma simpatia diz que é bom comprar a imagem e retirar o menino Jesus do seu colo. Após isso, dizer que só devolverá quando conseguir um amor.

E aí, você sabia sobre isso? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.