Alegando que após três anos a investigação policial não foi capaz de indicar com precisão quais licitações foram fraudadas, o Ministério Público Estadual, através da 1° Promotoria de Justiça dos Direitos do Cidadão,  pediu a absolvição de todos os envolvidos na chamada ‘Máfia dos Shows’.

Responsável pela condução do processo, o promotor de Justiça, Dr. Jarbas Adelino, entendeu que não houve provas necessárias que pudessem levar a imputação dos crimes aos acusados.

Por Daniel Villas-Bôas, da Redação Xodó News