Câmara Municipal sinaliza rompimento com Prefeito.

Discursos acalorados predominaram na última segunda feira, 03/06, na câmara de Vereadores de Nossa Senhora das Dores.

Tudo começou após vereadores da base aliada do prefeito reclamaram que o pai dele, Gilberto Santos, ex-diretor do Hospital Cirurgia, começou a fazer política antecipada para renovação dos vereadores na eleição de 2020. O que deixou muitos sem entender, porque de 11 vereadores, o prefeito conta com uma base de 10.


O fato aconteceu após o Dr Gilberto, ir nas casas das lideranças de alguns vereadores, tentando “transferir” tais votos para pré-candidatos a vereadores do agrupamento, seja esses hoje secretários, amigos ou até mesmo o motorista de Gilberto.

Ao usar a tribuna, o Vereador Gilson de Valdemar, disse que era uma atitude que jamais poderia esperar do então líder Gilberto, uma vez que é fiel ao prefeito e ao agrupamento. Já o presidente da câmara Helio das Cruzes foi mais incisivo, dizendo que Gilberto não passa de um ingrato, porque esses mesmos vereadores deram a vitória em 2016 a Dr. Thiago e vem dando sustentação total nas votações.

Em um discurso que durou mais de uma hora, teve a participação de vários vereadores, inclusive sendo lido trechos da lei orgânica onde diz expressamente que a Câmara Municipal tem poderes para cassar o mandato de qualquer prefeito. Antes de encerrar o discurso, o Presidente entregou à mesa diretora uma emenda à LDO que reduz de 80 para 10% o remanejamento do orçamento em 2020.

Seria um recado para Dr Thiago?
O que se sabe é que, o clima não ficou bom, e é possível sentir cheiro de racha, e nessa queda de braço quem sairá ganhando? E você, apostaria em quem? No Prefeito ou no Presidente da câmara?

O site está aberto para o contraditório de quaisquer que esteja sitado na matéria.